Data center de armazenamento em nuvem voltado ao mercado corporativo é inaugurado no DF

Publicado na edição imprensa e online do Jornal de Brasília em 14 de abril de 2016

A crise econômica gera inúmeros problemas, mas também pode servir de estímulo para novas oportunidades. De olho nisso, Brasília tem agora um data center de armazenamento em nuvem voltado ao mercado corporativo. O empreendimento foi inaugurado pela integradora de sistemas Vert, que fez um investimento inicial de R$ 18 milhões. O setor tem um crescimento estimado de 2,6% em 2016, conforme a consultoria IDC Brasil.

“As repartições públicas precisam ser mais eficientes com menos gente. Isso só é viável quando tem investimento em tecnologia. O data center em Brasília veio para atender essa incapacidade do governo federal em investir em infraestrutura tecnológica por falta de capital”, explica Sérgio Marques, presidente da Vert.

Sérgio Marques

Clientes

O data center, instalado no Setor de Oficinas Norte, próximo à área da Cidade Digital, concentra os equipamentos de processamento e armazenamento de dados, que são transferidos para a internet para garantir maior segurança de empresas ou organizações atendidas pela Vert. A Receita Federal, o Ministério da Integração Nacional, a Eletrobrás e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) estão na cartela de mais de 300 clientes da empresa.

O presidente da Vert classifica a estratégia como positiva, tanto que há clientes esperando e outros com proposta de migrar as plataformas de tecnologia para o novo data center. A estimativa é que o novo centro tecnológico aumente em até dez vezes sua capacidade atual de serviço e que chegue, ainda em 2016, ao patamar de 10 milhões de demandas. Com isso, serão gerados aproximadamente mais 60 empregos diretos.

A Vert está no mercado há 19 anos. É uma empresa de soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), especializada no fornecimento e integração de tecnologias distintas.

Operações estratégicas para os clientes

Além de Brasília, a Vert pussui escritórios em São Paulo e Rio de Janeiro, mas atua em todo o Brasil. A estrutura da empresa conta com quatro unidades de negócios, que inclui infraestrutura de TI, de comunicação, aplicativos de negócios e serviços especializados. Atualmente, faz a gestão de operações estratégicas e vitais para os seus clientes do setor público e privado em todo o País.

A história da Vert começou em uma pequena sala em Brasília, em 17 de dezembro de 1997. Fundada por Sérgio Marques e Hiran Franco, tinha como foco inicial o oferecimento de sistemas para áreas de armazenamento de dados e gerenciamento eletrônico de documentos. Ao longo dos anos, a empresa cresceu como uma integradora de nicho e em 2008 migrou para o modelo de “integradora de sistemas”, com foco em soluções corporativas de TIC.

A Vert é referência também em fornecimento de soluções baseadas em diversas tecnologias de TIC, providas pelos maiores fabricantes mundiais. “O que levou a Vert a fazer um data center é a evolução da própria empresa. Eramos uma empresa de nicho, especializada em soluções de armazenamento e backup, e nos transformamos em uma empresa integradora”, diz Sérgio Marques.

Saiba mais

A alusão a nuvem tem relação com o armazenamento dos dados, feito em serviços que podem ser acessados em qualquer lugar do mundo e em qualquer hora sem a necessidade de instalação de programas ou ocupar espaço no aparelho. O acesso a todos os arquivos armazenados é feito pela internet.