Artigo

Quais são as tendências de Cloud Computing para 2016?

O cloud computing está tomando parte da vida de diversas corporações ao redor do mundo. A execução remota de rotinas, processos e sistemas inteiros mudou definitivamente a forma como lidamos com as tarefas operacionais dos nossos negócios.

Em 2015, gestores de TI conseguiram entender e tirar um proveito muito maior das soluções disponibilizadas na nuvem. Com a expansão das APIs e das aplicações, as empresas foram capazes de inovar mais com o maior uso da automação e digitalização de rotinas internas. E seguindo por esse caminho, diversas são as possibilidades para o próximo ano.

Quer saber as principais tendências do cloud computing para 2016? Confira o nosso texto de hoje!

Principais tendências de cloud computing para 2016

Expansão das nuvens híbridas

Muitas companhias evitam migrar toda a sua estrutura de TI diretamente para a nuvem. Nesse cenário, as nuvens híbridas permitem que os serviços sejam executados com mais eficiência e agilidade.

Uma hybrid cloud permite combinar a segurança das nuvens privadas com a redução de custodas soluções executadas em nuvens públicas. Essa é uma abordagem que permite uma flexibilidade e escalabilidade muito maior. Em momentos onde uma aplicação necessita de mais recursos ou um projeto é desativado, por exemplo, a nuvem híbrida se destaca pela capacidade de obter um melhor uso dos servidores corporativos.

Maior popularização de Caas

Um dos principais objetivos da adoção de serviços em nuvem é a otimização do uso de recursos computacionais. Nesse cenário, seja durante a execução de uma pequena aplicação ou todo um sistema de gestão corporativa, o cloud computing deve ser capaz de otimizar o processamento de dados para que erros sejam diminuídos, assim como o resultado final das tarefas seja atingido mais rapidamente.

Nesse cenário, o Caas (Conteiners-as-a-Service, ou conteiners como serviço, em tradução livre) pode ser utilizado como uma maneira eficiente de virtualizar sistemas operacionais inteiros. Dessa forma, servidores vão alocar “espaços” com a quantidade de recursos necessária para a execução de uma aplicação. Assim, ela poderá funcionar sem conflitos de software com outros conteiners que estejam rodando na mesma máquina.

Por ser mais eficiente que a virtualização de hardware, essa opção deve ganhar espaço nos próximos anos, especialmente em 2016.

Uso do aprendizado de máquina

O machine learning é uma forma eficiente de conhecer melhor os seus clientes e otimizar os seus produtos. Com o desenvolvimento de ferramentas de código aberto, companhias podem adotar o aprendizado de máquina em suas estratégias sem a necessidade de realizarem grandes investimentos.

Com as aplicações das APIs de machine learning em soluções corporativas, sistemas de detecção de fraude, reconhecimento facial, diagnóstico médico e publicidade virtual podem ser otimizados. Isso é possível pois essa tecnologia permite que grandes quantidades de dados sejam analisadas com agilidade em busca de padrões de comportamento, consumo e utilização de serviços.

Maior inovação corporativa

Não podemos deixar de falar em computação na nuvem sem falar de inovação. Com o maior uso da tecnologia para o ganho de competitividade, empresas passaram a buscar novas abordagens com o cloud computing.

Nesse cenário, novas ferramentas poderão ser criadas. O uso de tendências como SaaS (software as a service, ou software como serviço, em português) permite que empresas de diversos setores possam focar em projetos mais disruptivos e de maior risco. Além disso, a previsibilidade das ações de consumidores e do mercado proporcionadas pelos serviços de aprendizado de máquina e big data auxilia na criação de soluções de sucesso.

Inovação corporativa em busca de novas oportunidades de negócio

Em 2015, a digitalização de sistemas tornou-se uma realidade para empresas de tecnologia. Esse ano foi marcado como aquele em que o mundo corporativo abraçou o cloud computing como uma nova forma de oferecer soluções digitais para a melhoria de processos corporativos e aumento dos lucros.

Em 2016, o cloud computing continuará impulsionando a inovação nos processos digitais de empresas no mundo todo. Você está preparado para isso? Compartilhe conosco sua opinião!

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Conheça nossos parceiros