Artigo

O que você precisa saber sobre segurança em Software Defined Network

Você já sabe o que é Software Defined Network e quer implementar essa novidade na sua empresa. Porém, saindo um pouco dos benefícios, é importante entender as dificuldades desse tipo de rede.

Até porque, esse é um conceito bastante novo que ainda requer alguns estudos. Portanto, todas as empresas que lidarem com o SDN devem ser cautelosas para, principalmente, manter a segurança do sistema. Neste artigo vamos entender um pouco mais sobre esse tema.

Por que se preocupar com segurança?

Até mesmo quem já usa o Software Defined Network precisa pensar nisso. Talvez até mais do que os outros usuários porque, como dito, é um conceito novo que trouxe mudanças gerais nas regras da sua rede.

Afinal, como ele é oferecido apenas por OpenDaylight ou por um ambiente VMware, caso você queira usá-lo, é preciso confiar todo o seu grande negócio a essa novidade. Obviamente, pode não ser um problema enorme, mas como a princípio o manuseio é um pouco mais complicado, imagine caso os administradores não saibam lidar com a tecnologia?

É importante pensar que os ataques não precisarão vir diretamente de brechas internas já existentes, mas sim indo em direção a um ponto de controle fraco. Assim, eles não poderão ser monitorados por ferramentas das próprias empresas, podendo continuar causando livremente quaisquer tipos de danos até serem encontrados.

Caso você ainda não use o Software Defined Network, vale a pena refletir sobre algumas questões antes de implementá-lo. Como, por exemplo, o quanto a sua empresa pensa em segurança? Até porque, agora esse é um quesito que realmente deve ser levado em consideração.

Você dá valor a esse item? Talvez valha mais a pena continuar com os velhos padrões de sistema, mas mantendo-se atualizado sobre as inovações relativas ao SDN. Sendo assim, quando algo realmente mais maduro estiver formado, você poderá migrar sem se preocupar.

Principais soluções de segurança em Software Defined Network

Depois de adotada a tecnologia, para evitar vários desses desconfortos, um dos principais pontos é se manter sempre de olho em patches e atualizações. Afinal, com toda a rede atualizada, a probabilidade de ser atacado diminui consideravelmente.

Então, caso seja usado o SDN clássico, é preciso monitorar as atualizações relativas aos controladores, o plano de dados e as aplicações SDN usadas. Se a instituição estiver utilizando algo focado para a virtualização, deve-se pensar também nos updates dessas plataformas (como o VMware) e de todos os aparelhos físicos do local.

Todo o sistema está sendo modificado, logo, também é preciso adequar as ferramentas de monitoramento para manter as informações, no mínimo em nível interno, a salvo. Além disso, deve-se pensar que a qualquer momento pode haver um esgotamento de recursos do Software Defined Network. Ou seja, novas formas de defesa deverão ser pensadas, podendo levar bastante tempo.

E então, se interessou por Software Defined Network? Acha que a segurança nessa rede é realmente um problema ou não é pra tanto? Ficou um pouco mais preocupado ou mais relaxado? Deixe um comentário sobre a sua impressão para nós.

CTAs_ebook_nuvem-02-1

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Conheça nossos parceiros