Artigo

Itens importantes que cada CIO tem que saber sobre Big Data

Embora muito associado à TI por ser uma ferramenta tecnológica, o Big Data é uma solução que tem efeito sobre toda a empresa, podendo ser determinante na obtenção de inteligência para qualquer departamento desde que bem utilizado. Por este motivo, a implementação de ferramentas – ou contratação de serviços externos – para esta finalidade é altamente recomendada para empresas dos mais variados tamanhos e segmentos.

Ainda assim, o primeiro passo para a utilização deste tipo de prática recai sobre os ombros dos gestores de TI, justamente pelo motivo citado logo no início. Sendo assim, é fundamental que o CIO tenha total consciência de alguns pontos relativos ao Big Data, porque é por meio dele que, possivelmente, será implantada esta tecnologia que pode mudar os rumos da empresa:

  • Tendência, quase norma: O Big Data já está saindo do ramo da tendência para virar um requisito das empresas que querem performance acima da média. Assim, nas discussões de diretoria, sempre é bom levar em conta o fato que cada vez mais empresas estão aderindo a este tipo de ferramenta de geração de informação e, certamente, seu concorrente estará entre elas, mais cedo ou mais tarde. Por isso, os CIO’s devem ter consciência que este é o tipo do investimento que deve ser considerado com atenção, já que pode gerar diferenciais notáveis em diversas áreas da empresa.
  • Multiplicidade de informações: As informações podem vir de todos os lugares, de redes sociais ao CRM, do ERP aos bancos de dados externos, do mercado financeiro ao mapa de distribuições de produtos da empresa. Por isso, nunca se deve assumir nada, tudo deve ser analisado e testado antes da tomada de decisão.
  • Conte com especialistas: Usar o Big Data como forma de obter informações confiáveis é excelente, porém não é simples nem intuitivo. É necessário contar com especialistas que tenham experiência ampla e saibam como operar as ferramentas certas para obter as informações relevantes para a empresa. Embora isso possa parecer um trabalho para a equipe interna de TI, frequentemente nota-se que os profissionais residentes não tenham a capacitação adequada, o que pode vir a tornar os esforços com Big Data inúteis (ou até mesmo prejudiciais, em caso de decisões tomadas com base em informações erradas). Avalie, portanto, a necessidade de apoio externo.
  • Tecnologia acessível: A época do Big Data como algo exclusivo das grandes corporações, que construíam parques tecnológicos só para trabalhar este processo, já passou; hoje empresas pequenas e médias conseguem usufruir desta prática em diversos modelos de negócios (pay per use, mensalidade, projetos etc.), o que certamente consegue acomodar as necessidades de sua empresa. Não deixe, portanto, de avaliar qual o melhor modelo para seu negócio, e ajude no processo os demais executivos a visualizar os benefícios para suas áreas.

A empresa quase sempre irá depender do CIO para este tipo de decisão, consequentemente é fundamental levar em conta estes e outros pontos para uma decisão que beneficie a todos.

New Call-to-action

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Conheça nossos parceiros