Artigo

esocial

Guia Prático de eSocial [material gratuito]

O eSocial, abreviação para Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, será obrigatório a partir de setembro de 2016, mas as empresas já precisam se planejar para fazer a adesão, pois o eSocial não é mais um simples software de computador que a empresa terá que instalar, e sim um sistema que vai se comunicar com o sistema que a empresa já tem.

Qual o objetivo do eSocial?

O eSocial surgiu com o objetivo de estabelecer no meio digital a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e unifica num único sistema o envio de todas as informações dos funcionários aos órgãos federais. Com isso, as empresas terão de trabalhar essas informações da forma que o sistema pede e não mais como estão acostumadas.

Além disso, novas informações cadastrais sobre funcionários passarão a ser obrigatórias, segundo previsto no layout do eSocial. Um exemplo são os dados sobre se o trabalhador tem casa própria ou se usou o FGTS. Para cada funcionário, até 48 eventos deverão ser enviados ao sistema (como admissão, acidentes de trabalho e folha de pagamento).

A maior parte das informações prestadas será de competência do departamento de Recursos Humanos (RH), mas a integração entre setores será fundamental, principalmente na fase inicial de implantação sistema.

Foi pensando nisso que criamos o Guia Prático de eSocial para ajudar a sua empresa nessa mudança de cultura e de adequação dos sistemas. No guia você verá todo o histórico do eSocial, as principais áreas impactadas e como ter sucesso. Faça o download e comece a planejar o quanto antes as mudanças necessárias.

[hs_action id=”2170″]

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Conheça nossos parceiros