Artigo

Como otimizar o gerenciamento em TI?

O gerenciamento em TI (ITSM, IT Service Management) precisa estar alinhado às necessidades da empresa para ser decisivo no aumento do Retorno sobre o Investimento (ROI) e na melhoria dos processos. Para otimizar o trabalho, é necessário rever o emprego das técnicas de gestão para manter o foco nas especificidades do setor de TI e, assim, conseguir aliar os resultados do setor aos objetivos da organização. O resultado é a conquista de benefícios que se estendem desde o cliente até a empresa, além do ganho de eficiência como diferencial competitivo.

Gerenciar vai além de possuir conhecimento técnico

A gestão exige competências que vão além do conhecimento técnico e para o qual nem sempre aqueles que assumem o posto foram treinados. Um gestor de TI vai precisar lidar com questões organizacionais, mas também com questões do indivíduo.

Lidar com pessoas exige habilidades diferentes do conhecimento técnico. A um gerente, pode ser necessário convencer e orientar diretores a respeito de como se beneficiar do ROI no projeto, por exemplo. Você como gestor de TI ou a sua empresa podem investir em treinamentos em Coaching ou MBA em Gestão de Pessoas para aperfeiçoar essas habilidades.

Aplicar as melhores práticas

Processos como Seis Sigma e International Organization for Standardization and IT Infrastructure Library (ITIL) são as melhores formas de reduzir seus custos de TI em vez de fazer cortes às cegas, segundo especialistas da Forrester.

As práticas essenciais e estruturadas contribuem para a implementação de padrões aos processos, vindo a otimizar o setor de TI para que esteja integrado aos objetivos estratégicos da empresa. A aplicação de melhores práticas leva a uma melhoria na abordagem dos problemas e traz um fôlego extra que pode afetar o ciclo de vida do projeto como um todo. A ideia deve ser que o processo de melhoria faça parte da cultura da empresa e seja encarado como algo contínuo.

Educar executivos e desenvolver profissionais

Diretores, executivos ou outro C-suite (CEO, CFO, entre outros tomadores de decisão) precisam compreender por quais caminhos o projeto está seguindo e o por quê. Apenas a partir desse entendimento é que perceberão as vantagens envolvidas e se prontificarão a colaborar no que for necessário para o sucesso do gerenciamento, uma participação fundamental em momentos mais críticos. Educá-los sobre como a empresa pode se beneficiar do retorno financeiro vai fazer com eles estejam ao lado dos gestores do projeto.

Ter políticas para atração de profissionais talentosos, assim como a possibilidade de desenvolvê-los e retê-los no setor de TI da empresa é também importante para otimizar o gerenciamento em TI. Ter o profissional certo na função certa favorece a eficácia do planejamento e evita que algo possa se perder.

A estagnação é um dos temores de qualquer funcionário. Para reter talentos é interessante oferecer oportunidades atrativas que permitam aos profissionais adquirir novas competências, por isso invista em um ambiente que favoreça a permanência dos melhores profissionais.

A prática de educação continuada e o incentivo para que os funcionários busquem certificações em ITIL (Information Technology Infrastructure Library) promovem a atualização da equipe, o que afeta diretamente a eficiência operacional em TI, trazendo consequências positivas ao gerenciamento do setor. Contudo, é preciso cuidar para que a teoria esteja combinada à prática, pois mais importante que os funcionários serem submetidos a exames de certificação é que eles internalizem o aprendizado e possam aplicá-lo.

Ser realista nas metas

Estabelecer metas realistas é vantajoso para a organização em muitos níveis, evita frustrações e desperdício de esforços. O gerenciamento de TI requer maturidade e está claro que se trata de uma conquista a longo prazo. Nem sempre é possível saber se a empresa está atuando a partir das iniciativas certas, o melhor é optar por aquelas mais específicas e ir aos poucos incrementando esse processo de amadurecimento.

Valorizar o gerenciamento em TI

Quando a própria organização valoriza e reconhece a importância de que o gerenciamento em TI seja eficiente, o ganho é de todos; diretores, executivos, profissionais membros da equipe e gestores.

A importância da conquista de um bom posicionamento pela empresa depende do envolvimento de todo o seu capital humano, nesse contexto, alcançar eficiência em TI através de um gerenciamento bem executado será um diferencial competitivo.

Continue acompanhando nossos posts para saber ainda mais sobre gerenciamento em TI e deixe um comentário sempre que tiver dúvidas ou desejar compartilhar sua experiência no assunto. Participe!

[hs_action id=”2170″]

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Conheça nossos parceiros