Artigo

Como descobrir se está na hora de migrar para SAP HANA

As empresas de tecnologia são hoje possivelmente as mais admiradas e que mais recebem destaque e atenção, dentro da vasta gama de mercados e segmentos que existem, ocupando o posto que um dia pertenceu às indústrias.

O entendimento desta situação é bastante simples: a tecnologia já vem há alguns anos ganhando mais proximidade com o público, não ficando restrita a desenvolvedores e engenheiros, mas ultrapassando as barreiras de formação profissional, localidade e idade, atingindo literalmente gente de todo lugar e de todo tipo. Os smartphones foram um passo importante neste caminho, que agora tem como o novo expoente os chamados wearables – tecnologia “de vestir”, como os smartwatches e o Google Glass – e a tendência do crescimento da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês).

O aumento do consumo de tecnologia trouxe uma enorme possibilidade de entendimento do consumidor para todos os segmentos, algo que antes era possível apenas de ser estimado; com as redes sociais e as novas tendências de comportamento social digital, as empresas passaram a ter condições de acompanhar seu cliente quase em tempo real, trazendo novos insights para marketing, por exemplo.

No outro lado da moeda, estas novas possibilidades também geraram obrigações para as empresas: conforme alguns concorrentes começaram a explorar esta enorme quantidade de informações (o chamado Big Data), transformando-as em melhorias no relacionamento com o público em todas as frentes, os que não conseguiam acompanhar a tendência tinham que enfrentar a perda de preferência do público, que passaram a considerá-las obsoletas.

Naturalmente, não basta querer acompanhar as tendências para que tudo corra bem: é necessário ter as ferramentas necessárias para isso. E é exatamente por entender este cenário que a SAP desenvolveu a nova geração de produtos, a linha HANA. Tanto o banco de dados HANA quanto o Business Suite para o qual serve de base, o chamado S/4 HANA, foram desenvolvidos especificamente com foco nesta nova realidade gerencial, que demanda grande agilidade, capacidade de decisão em tempos reduzidos e poder de análise em tempo real no contexto do Big Data.

Usando a tecnologia de processamento in-memory – permitindo processamento direto na memória RAM, ao invés de acessar o disco 100% do tempo – o HANA eleva a velocidade de análise a um nível sem precedentes, fazendo dele uma ferramenta ideal para usar todo o potencial do Big Data a favor de sua empresa.

Muitos profissionais podem acreditar que sua estrutura atual de TI não seja suficiente para receber uma ferramenta deste porte, mas a SAP também levou isto em consideração e desenvolveu suas soluções com possibilidade de instalação remota, como em datacenters.

Ou seja, o poder do HANA e do S/4 HANA, usando o melhor da computação em nuvem, estão a seu dispor quase imediatamente. E as facilidades vão além disso: para quem vive fora do escritório e precisa tomar decisões importantes na rua, a SAP criou o Fiori, programa de interface responsiva que permite ao usuário o acesso às funcionalidades do HANA direto do celular ou tablet, sem necessidade de acesso via desktop ou notebook. Estas funcionalidades fazem das soluções SAP HANA mais do que uma boa opção para a gestão: elas são uma escolha natural para quem quer o máximo de tecnologia para uma gestão segura e ágil de sua empresa.

SAP S/4 HANA

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Conheça nossos parceiros