Artigo

Como aplicar metodologias ágeis para ajudar a TI da sua empresa

Antes das metodologias ágeis, o mundo da TI era bastante limitado e sofria com diversos problemas. Pesquisas feitas pelo Standish Group apontam que em 1996, 40% dos projetos falharam, sendo cancelados ou nunca postos em prática pelo cliente.

Podemos perceber, portanto, que o setor de TI errava bastante e ainda erra. Em 2009, a mesma pesquisa mostrou que apenas 32% dos trabalhos obtiveram sucesso, 44% sofreram contratempos e 24% falharam. Esses números podem até parecer melhores que os anteriores, mas percebemos uma piora levando em consideração que as falhas em 2006 somaram 19%.

Pensando nisso, o Manifesto Ágil foi criado apresentando várias metodologias que dinamizam o trabalho, como o Scrum. Neste artigo falaremos sobre os benefícios desse método e como aplicá-lo para beneficiar a TI empresarial.

Benefícios das metodologias ágeis

A partir das metodologias ágeis, o resultado final de um projeto de TI e o tempo gasto nele pode ser otimizado. Isso porque vários princípios do manifesto vão contra as antigas ideias de se seguir uma estrutura rígida onde não existem aberturas para mudanças no projeto e/ou insights criativos.

Para conseguir esse objetivo, é preciso ter um pensamento empírico em todas as etapas do processo de criação, onde haja divisões de tarefas, intercâmbio de informações entre a área de TI e a de negócios, além de aderir às mudanças que podem ocorrer. Assim, há uma estrutura que não é tão inflexível, mas, ao mesmo tempo, sem levar ao caos da ausência de um alicerce.

Por fim, tanto a equipe quanto o cliente têm resultados finais expressivos graças às metodologias ágeis. Os funcionários conseguem visualizar as prioridades tendo objetivos mais claros, melhoram a comunicação e antecipam problemas. Em longo prazo, pode-se observar um grupo mais comprometido, autônomo e disciplinado.

Já o cliente consegue reduzir os riscos devido à maior transparência e visibilidade obtida por causa da comunicação com a TI, o que também diminui a probabilidade de surpresas indesejáveis acontecerem. Isso resulta num maior valor de negócio, ROI, Value-to-Market e, claro, uma grande qualidade no produto final.

Como aplicar metodologias ágeis com o Scrum

Pesquisas apontam que devido à sua facilidade de adaptação, o Scrum é o framework mais utilizado para adotar esse modelo de trabalho. Portanto, nada melhor do que entender o funcionamento das metodologias ágeis diretamente com ele.

A partir do Scrum, o projeto é dividido em sprints (ciclos que geralmente são mensais). Esse sprint nada mais é do que um mix de atividades que precisam ser executadas naquele período. Para organizar esses afazeres, existe a divisão em etapas.

Na primeira parte, há uma reunião de planejamento chamada de Planning Meeting, onde o Product Owner lista o que deve ser implementado e define prioridades. Essa lista de implementações a serem feitas é chamada de Product Backlog. Ainda nessa reunião, a equipe define o que pode ser feito no primeiro sprint e começa o trabalho transferindo essas tarefas para o Sprint Backlog.

Enquanto o projeto está sendo executado, toda manhã há uma reunião chamada de Daily Scrum, onde é discutido o que foi feito no dia anterior para que surjam os insights e todos possam ajudar a resolver os problemas. Ao término de cada sprint, há o Sprint Review Meeting, onde há uma retrospectiva do processo e o ciclo do Scrum se reinicia começando o planejamento do próximo sprint.

Entendeu como as metodologias ágeis e frameworks como o Scrum podem ajudar a melhorar a rotina de trabalho? Deixe um comentário com a sua impressão!

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Conheça nossos parceiros