Artigo

5 dicas para melhorar a infraestrutura de TI da sua empresa

O principal desafio da TI hoje em dia é fazer mais com menos, encontrar maneiras de realocar recursos e orçamento presentes nas despesas operacionais rotineiras para investi-los em ações que suportem melhor os objetivos de negócio da empresa. Empresas de porte médio estão buscando maneiras de otimizar a utilização de recursos e a performance, de baixar o nível de complexidade da infraestrutura e liberar recursos de TI para usá-los com foco nas prioridades do negócio.

Uma boa estratégia para melhorar a infraestrutura de TI deve alcançar dois objetivos. Primeiro, deve ter uma previsão clara de como os serviços de TI vão dar suporte aos processos de negócio. Segundo, deve garantir que a infraestrutura presente cumpra as metas de disponibilidade e performance com eficiência de custos.

Acompanhe conosco os cinco tópicos abaixo, no intuito de ajudá-lo a preparar seus próprios planos.

1. Planeje adiante e tenha uma defesa melhor para suas ações

A primeira reação a esta sugestão pode ser a famosa frase “não tenho tempo”, mas é na capacidade de trocar esta frase por “de onde vou tirar o tempo para isso” que está o segredo da sua libertação. Se você estiver realmente sem tempo, isto provavelmente significa que você está microgerenciando os processos do seu departamento. Pare com isso! Observe as suas atividades rotineiras e escolha algo que possa ser delegado a outro colaborador, terceirizado ou suspenso, e aproveite este tempo para planejar os passos que virão depois do que está sendo feito no momento.

É muito importante ter um planejamento dos passos seguintes tanto para poder justificar ações presentes que são pré-requisitos para ações futuras de melhoria e economia, quanto para poder responder com firmeza e rapidez aos seus gestores/diretores quando questionado sobre as atividades de TI.

2. Revise seus custos operacionais e redirecione o que puder para a inovação

Os recursos para custear inovações podem vir de lugares inesperados e de lugares simples. Por exemplo, da economia com energia elétrica. Os gastos com energia e resfriamento representam até 45% dos custos de um datacenter, o que seria um ótimo ponto de partida na busca de redução de custos. Rever seus contratos de telefonia e comunicação de dados é outra opção promissora.

Reveja todos os custos do seu departamento e pergunte-se sobre o que pode ser melhorado, renegociado ou agrupado. Com a economia resultante, invista em inovação, como servidores virtualizados, appliances que permitirão racionalizar serviços como firewall e acesso à internet, ou até mesmo um colaborador para montar um PMO (Escritório de Gerenciamento de Projeto – Project Management Office) para auxiliá-lo no planejamento e execução das suas melhorias.

3. Aumente sua eficácia operacional contando com parceiros terceirizados

Eficácia operacional é a razão entre os recursos investidos e os resultados obtidos em determinado setor da empresa. Este é um indicador que certamente está na mira dos gestores financeiros da empresa. Empresas terceirizadas podem oferecer serviços muitas vezes por um custo inferior ao custo doméstico, portanto, fique de olho em processos que podem ser mais eficientes em termos de custo quando terceirizados. A economia potencial deste item perde apenas para os gastos com energia, na maioria dos casos.

4. Tire proveito da computação em nuvem para melhorar a infraestrutura de TI

Se você ainda não tem recursos em nuvem, deveria usar. As vantagens-chave desta tecnologia são a flexibilidade na disponibilização e na retirada de produção, a possibilidade de ajustar os recursos de acordo com a demanda e o corte de custos com infraestrutura.

5. Fique de olho na disponibilidade mantendo links para backup

Nunca é demais frisar o quanto os sócios e diretores da empresa são sensíveis à interrupção dos negócios. Se você quer aumentar a receptividade deles e ao mesmo tempo aumentar sua visibilidade, dê a eles tranquilidade. Não confie em um único link de dados se sua operação puder ser interrompida caso ele caia. Se sua empresa é de varejo e depende da comunicação com as lojas, isso é triplamente importante. Tenha sempre um caminho de backup para as comunicações, seja através de um link secundário entre escritórios ou links DSL (Digital Subscriber Line, que utiliza linhas telefônicas já existentes).

Dica bônus: diminua a complexidade com padronização das estações de trabalho e de servidores

Mesmo quando se tratar de um único colaborador e sua estação de trabalho, se você calcular o custo deste colaborador por hora e observar quantas vezes uma reconfiguração ou instalação ocorre, verá que ter um processo rápido e padronizado retorna o investimento muito rapidamente.

Para estações de trabalho, basta gravar e manter uma imagem de disco rígido com o sistema e os aplicativos permitidos pré-configurados, faltando apenas a personalização do usuário. Para servidores você conta inclusive com ferramentas gratuitas de automação de configuração, por exemplo Puppet e Chef.

É claro que existem vários outros tópicos a explorar, mas abordamos questões de planejamento, orçamento, complexidade e disponibilidade porque eles são praticamente onipresentes no dia a dia da gestão de TI. A intenção deste post é trazer insights úteis, mas adoraríamos ouvir de você sobre os tópicos apresentados aqui ou sobre seus casos de sucesso.

Compartilhe conosco suas experiências e seus esforços para melhorar a infraestrutura de TI de sua empresa. Deixe suas dúvidas e comentários abaixo.

[hs_action id=”2170″]

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Conheça nossos parceiros