Artigo

5 dicas de segurança para smartphones corporativos

Malwares, spywares, worms, aplicativos falsos e invasões de hackers. Cada uma dessas ameças, já presentes há anos em computadores, também estão presentes em dispositivos móveis. Os riscos são ainda maiores para aqueles que utilizam um smartphone corporativo, afinal, o aparelho pode abrigar uma série de informações sensíveis para um profissional ou empresa, como e-mails, lista de contatos e até planos de negócios. Por isso se proteger de toda e qualquer ameaça deve ser uma atividade constante para quem lida com smartphones no dia a dia profissional e para empresas que utilizam a web para partes importantes do negócio. Nesse artigo, trouxemos dicas valiosas para que seu smartphone corporativo se torne um aparelho 100% seguro. Confira!

1. Mantenha seu aparelho atualizado

Aparelhos com sistemas operacionais defasados não são apenas mais lentos e com menos acessos a serviços e aplicativos novos: eles também apresentam mais brechas de segurança e estão mais expostos a infecções ou invasões. Sempre atualize o firmware dos seus smartphones corporativos e procure a versão mais recente do seu sistema operacional.

2. Baixe aplicativos de fontes seguras

Alguns sistemas operacionais para aparelhos móveis, em especial o Android, permitem que você instale aplicativos que não são oriundos da sua loja oficial. O problema é que esses aplicativos não passam por um controle e os seus desenvolvedores podem não ter qualquer tipo de certificado. Caso você precise baixar um aplicativo de terceiro, só o faça depois de uma pesquisa sobre a sua segurança e confiabilidade.

3. Tenha uma solução de segurança instalada

Sim, aparelhos móveis precisam de antivírus. Quando falamos em um smartphone corporativo, essa necessidade é ainda maior: afinal, o seu equipamento estará lidando com informações sensíveis ao negócio. Por isso procure aplicativos que façam varreduras regulares no smartphone em busca de malwares e que bloqueie aplicativos inseguros. Também é importante combinar um bom antivírus com um backup seguro e um sistema anti-roubo que permita a empresa bloquear o celular e seus dados em caso de extravio.

4. Fique atento às suas senhas

Sim, os malwares são um problema sério que merece a sua atenção. Mas uma das maiores fragilidades dos smartphones corporativos é algo sobre sua inteira responsabilidade: senhas fracas. Gerenciar mal esses dados pode significar abrir a porta para a entrada de hackers e mesmo colocar em risco a propriedade intelectual da empresa já que os dados corporativos armazenados no seu aparelho estarão à mercê de agentes mal intencionados. Lembre-se de que senhas fortes devem ser acompanhadas de uma boa política de autenticação, como a criação de acessos em dois passos (número do celular + senha para acessar um e-mail, por exemplo).

5. Utilize VPN

Sigla em inglês para Rede Virtual Particular, o VPN permite que aparelhos de uma empresa troque dados pela internet de maneira segura e confidencial. Ou seja, embora a internet seja pública, os dados transmitidos nela através de um VPN só poderão ser lidos por pessoas e aparelhos autorizados. Dessa forma, as informações sensíveis da sua empresa ficam longe dos olhos de terceiros.

Cada uma das ações listadas são importantes para manter a integridade do seu smartphone corporativo, mas também lembre-se de manter atitudes seguras na internet, como não clicar em links suspeitos em sites ou redes sociais, ler as condições de uso de aplicativos e proteger seu aparelho com um código de desbloqueio. Assim, você e sua empresa correm menos riscos de sofrer com falhas de segurança como nesses casos famosos que contamos em um artigo especial.

Sua empresa já tem ferramentas para proteger smartphones corporativos? Compartilhe conosco a experiência na nossa caixa de comentários!

[hs_action id=”2170″]

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Conheça nossos parceiros