Artigo

5 desafios dos gestores de segurança da informação

O trabalho dos gestores de segurança da informação é assegurar a integridade dos dados da empresa e, juntamente com essa responsabilidade, há diversas situações que estão propícias a acontecer, desde a pressão por parte dos executivos até a ocorrência de falhas de segurança.

Segundo pesquisa da Ponemon Institute, 84% dos entrevistados precisam de mais funcionários para lidar com os seus desafios de segurança. Mais de 50% queriam mesmo duplicar as equipes e os mais radicais, 30% queriam aumentar suas equipes em quatro vezes ou mais. A questão é que a visibilidade da segurança da informação precisa ser sentida em toda a empresa para que os colaboradores enxerguem seu valor. Confira os principais desafios enfrentados por esses profissionais em seu dia a dia.

Manter a segurança dos dados de clientes

Segundo a pesquisa, a 53% dos gestores estava preocupado com o roubo de dados de clientes, um pouco abaixo dos 58% do ano passado. Como se sabe, a maioria das empresas possui diversos dados dos seus clientes armazenados sob sua responsabilidade. Esses dados podem, inclusive, ser confidenciais, e caso sejam extraviados, podem gerar vantagens para concorrentes e prejuízos enormes para quem os perdeu. Esse risco de extravio de informações é bastante presente no cenário da segurança da informação.

Proteger a propriedade intelectual da empresa

A pesquisa indicou que o o roubo de propriedade intelectual é preocupação de 21% dos profissionais de segurança da informação, enquanto 12% está preocupado com os danos de reputação. Os demais têm receios de que os seus sites sejam atacados, de terem de pagar multas ou de sofrerem ações judiciais. Apenas 4% são otimistas e consideram que não seria vítimas de qualquer um desses tipos de ataques.

A Política de Segurança da Informação da empresa precisa deixar claro que todas as informações produzidas pelos funcionários durante o exercício de suas funções pertencem à empresa. O risco existente, nesse caso, é que os próprios funcionários façam cópias e distribuições ilegais desses dados através de e-mails ou pendrives, por exemplo. O extravio dessas informações pode gerar prejuízos financeiros ou, até mesmo, afetar negativamente a imagem da empresa no mercado.

O risco de ataques hackers

De acordo com a pesquisa da Ponemon Institute, 62% dos entrevistados consideraram as ameaças externas como a maior ameaça de segurança em 2014, acima dos 52% de 2013. Apesar do uso de ferramentas de segurança como firewalls, antivírus e outras soluções de segurança, nenhuma empresa está completamente segura contra um ataque hacker. Principalmente as empresas que utilizam a plataforma web, convivem diariamente com esse risco de invasão, destruição de dados ou extravio de informações. Os gestores de segurança da informação são responsáveis por analisar possíveis ameaças e relatórios a fim de prevenirem ataques aos sites e sistemas das empresas.

A pressão sobre os gestores de segurança da informação

Todos esses desafios fazem com que esses profissionais vivam sob constante pressão nas empresas. Eles precisam conhecer as ferramentas de segurança, precisam se atualizar a respeito das novas ameaças que surgem no mercado e também precisam estar preparados. Caso haja alguma adversidade na segurança da empresa, eles precisam identificar a sua origem e buscar solucioná-la o mais rápido possível.

Ainda de acordo com a pesquisa, 61% dos profissionais de segurança da informação entrevistados sentem a pressão exercida pela administração, pelos proprietários das empresas ou por executivos. Em contraste, a pressão dos gestores diretos diminuiu de 30% para 18%. E o resto da pressão foi autoinduzida, seguida por aquela originada pelos colegas. Apenas 4% dos entrevistados consideraram sentir pressão de ninguém.

Já a pressão para implantação de projetos de TI, apesar dos problemas de segurança, ainda é uma fonte de preocupação para 77% dos inquiridos, um pouco abaixo dos 79% registados no ano anterior.

Uma única falha pode abalar toda a segurança de uma empresa

O trabalho dos gestores de segurança da informação precisa ser muito bem realizado, pois uma única falha que eles cometam, poderá ser o suficiente para gerar uma crise de segurança na empresa. E nem a empresa, nem os próprios funcionários desejam isso. Sendo assim, desde as análises efetuadas até as aplicações das políticas e medidas de segurança, tudo deve ser efetuado com cautela e bastante atenção. Para finalizar, os dados da pesquisa mostraram que os receios com ameaças internas caíram de 48 para 38%.

Apesar dos desafios enfrentados pelos gestores de segurança da informação, essa é uma profissão bastante conceituada e importante no cenário atual, pois são eles que ajudam as empresas a protegerem os seus dados e se prevenirem de ameaças futuras.

E você, consegue identificar algum desses desafios no dia a dia da sua empresa? Compartilhe conosco a sua experiência sobre esse tema e ajude a enriquecer o nosso post. Deixe seu comentário.

[hs_action id=”2170″]

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Conheça nossos parceiros